segunda-feira , 19 Fevereiro 2018
Home / Cidades / Esquecendo a crise, Buíque vai gastar R$ 595 mil com atrações do Carnaval

Esquecendo a crise, Buíque vai gastar R$ 595 mil com atrações do Carnaval

Chiclete com Banana vai levar R$ 200 mil

                  Em meio a tão propalada crise financeira que atinge todos os municípios, particularmente os do Nordeste, a cidade de Buíque dá demonstrações que é um ponto fora da curva. Tanto que vai gastar mais de R$ 700 mil reais com o Carnaval Magia e Folia.

De acordo com as publicações do Diário Oficial, as atrações que vão se apresentar entre os dias 10 e 13 de fevereiro no Pátio de Eventos, em um total de 11, vão gastar R$ 595.000,00 (quinhentos e noventa e cinco mil reais) dos cofres da Prefeitura.

Durante o lançamento da festa, quando se comentava que a festa poderia ser cancelada, o prefeito Arquimedes Valença (PMDB) disse que o Carnaval seria feito após um arranjo com a empresa que realiza os eventos no município, poupando os cofres do município. Todos os processos de inexigibilidade para contratação das atrações foram feitos pelo município.

A atração mais cara deste ano será a Banda Chiclete com Banana, que vai levar dos cofres públicos a quantia de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais). Em seguida vem o cantor Tatau que vai embolsar do povo de Buíque o montante de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais).

Na lista ainda tem Almir Rouche (R$ 48 mil), Marreta é Massa (R$ 40 mil), Nanara Belo e Banda Santa Dose (R$ 35 mil), Harry Estigado (R$ 35 mil), Acadêmicos da Bahia (R$ 30 mil), Banda Arrocha com Troinha (R$ 25 mil), Feitiço de Menina (R$ 25 mil), Banda Padu Frajolaz (R$ 22 mil) e Henrique Barbosa (R$ 15 mil).

Afora os gastos com atrações, a prefeitura de Buíque ainda vai investir recursos públicos na contratação de palco, som, além da decoração carnavalesca. Curiosamente, existe um processo licitatório da Prefeitura de Buíque no valor de R$ 216.000,00 (duzentos e dezesseis mil reais) para a contratação de empresa para orientadores de públicos e apoio a eventos, para atender eventos realizados pela Secretaria de Turismo, Lazer, Cultura e Esporte. O Carnaval entre eles.

Veja Também

Maia e ministro da Defesa discutem intervenção no Rio

                  O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *