domingo , 21 Janeiro 2018
Home / Destaque / Cordel do Fogo Encantado, a volta pré-anunciada e a cena musical

Cordel do Fogo Encantado, a volta pré-anunciada e a cena musical

“O sabiá no sertão/ quando canta me comove/ Passa três meses cantando/ e sem cantar passa nove/ porque tem obrigação/ de só cantar quando chove”. A pluralidade temática e a diversidade musical do grupo Cordel do Fogo Encantado fizeram sucesso na primeira metade dos anos 2000, porém, uma das músicas mais emblemáticas do grupo retratava exatamente a questão da seca no sertão, a esperança e o clamor do sertanejo pela chuva.

Em tempos de secura temática, o solo da música brasileira, atualmente rachado, “ameaça” umidificar-se novamente e se alegra ao ouvir, de longe, o canto do sabiá. Na última quarta-feira (10), o nome da banda foi incluso no lineup do festival norte-americano SXSW, porém, horas depois, a banda foi excluída da programação do festival, após a não confirmação, por parte dos próprios músicos, do retorno aos palcos.

Apesar de não confirmada, os rumores sobre a volta aos palcos, que já existiam antes do ocorrido, só aumentam. Enquanto isso, pode-se procurar por outras alternativas para regar o solo rachado da cena musical da atualidade. Longe da grande mídia, o RAP vem de encontro a essa aridez da música nacional mainstream. Nomes como o do paulista Rincón Sapiência – vencedor das categorias de artista revelação e melhor música do ano, pelo prêmio Multishow de 2017 – e do baiano Baco Exu do Blues – que teve seu disco presente no top 5 dos melhores do ano passado, numa lista criada pelo site da Redbull – vêm ganhando respeito por parte da crítica e cativando, um número cada vez maior de fãs no cenário nacional. Em Pernambuco, os rappers Diomedes Chinaski e Luiz Lins começam a ignorar as barreiras da regionalidade e a atingir horizontes cada vez mais longínquos.

Por Raí Lira

Veja Também

Cristiane Brasil toma posse como ministra nesta segunda-feira (22)

Do Poder 360                O vice-presidente do STJ (Superior ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *