segunda-feira , 19 Fevereiro 2018
Home / Cidades / Arcoverde e o cidadão vítima das abusivas multas da zona azul

Arcoverde e o cidadão vítima das abusivas multas da zona azul

             Arcoverde, realmente, parecer que tornou-se uma cidade sem lei, sem comando e sem autoridade. Criada em 2012, a já conhecida e famosa Zona Azul de Arcoverde, surgiu para disciplinar os estacionamentos no centro da cidade e dar condições de mais veículos poderem parar e frequentar o comércio da cidade. Tudo disciplinado a partir de leis aprovadas pela Câmara de Vereadores, sempre respeitadas pelo Poder Executivo da época, e que determinava desde o valor da taxa do estacionamento rotativo até a multa educativa (?).

Pois bem! Demonstrando que Arcoverde tem prefeita, mas não tem governo, a Arcotrans, na onipotência e onipresença de sua existência, passou a determinar, por conta própria, sem aprovação da Câmara de Vereadores e com anuência da prefeita que foi eleita pelo povo para defendê-lo e representá-lo, os valores da taxa de estacionamento e também, agora das chamadas “multas educativas”. Sem aviso prévio, sem comunicação, sem decreto da prefeita, sem lei aprovada na Câmara de Vereadores, sem Ministério Público, que parece descansar em berço esplêndido em Arcoverde, aumentaram a chamada “multa educativa” (aquela que é aplicada porque você não pagou o papelzinho do estacionamento rotativo) de R$ 17,00 para R$ 24,00. Isso mesmo: de 17 reais para 24 reais, cerca de 30% de aumento ao bel prazer, sem aviso prévio, sem lei. Ah! Vão dizer que “não foi a prefeita que criou a zona azul”, mas é ela que foi eleita e reeleita e parece que ainda não descobriu isso, ou só lembra na hora das fotos?

Será que tiraram Arcoverde do mapa de Pernambuco? Será que leis não valem nesta terra apenas porque tem na frente da prefeita uma sigla do PSB? Será que você que tem um carro, que vem ao comércio de Arcoverde fazer compras e é surpreendido por uma multa abusiva não pode protestar apenas porque a prefeita é a “prefeita”? Me desculpem os empresários admiradores, mas concordar com tudo isso é no mínimo trabalhar contra a cidade que fez a história de vocês e que vocês constroem a sua história. Será que Arcoverde voltou aos tempos dos coronéis, agora coronéis tupiniquins, que tudo pode, até mesmo o que não pode?

Lamentavelmente, esperamos que as pessoas sensatas, que os governistas menos embriagados pelo poder, lembrem a chefe do Executivo que quem executa leis e aprova leis é ela e o poder legislativo, respectivamente, e não um órgão que se acha acima de tudo e visa beneficiar, pelo visto, apenas uma empresa privada que ganha dinheiro às custas dos cidadãos de Arcoverde e da região que vem exatamente para fortalecer nosso comércio, sem dar nada em troca.

Que pelo menos uma vez na vida, dentro do “glorioso” governo da “Nova Política” de Arcoverde, sem parabenizar, em parte, a recomendação contra o Nepotismo em 2015, o Ministério Público faça valer o belo patrimônio do DNOCS que o abriga e cobre, recomende, notifique ao poder público municipal que faça cumprir a lei, que defenda o cidadão e faça valer o grandioso papel determinado pela Constituição Brasileira quando traçou a criação do que hoje conhecemos como MP. Os arcoverdenses e os cidadãos e cidadãs de toda a região não podem ser vítimas silenciosas das abusivas multas sob o silêncio da prefeita e seus seguidores.

Fechar porquê? – O Presidente da Câmara de Vereadores de Carnaíba, Neudo da Itã, enviou um Oficio para a Secretaria de Educação convocando a secretária para prestar esclarecimentos no próximo dia 24 de Janeiro, sobre o possível fechamento da escola municipal Cicero José da Silva, na comunidade rural do sitio Cabelo, onde atende crianças de até 7 anos das comunidades do Góes, Leitão, Riacho do Peixe e Cabelo. O ex-prefeito Didi também protestou.

Cadê o trabalho? – Em Petrolândia (PE), a população cobra do Governo Paulo Câmara a reforma no antigo prédio onde funcionava a Delegacia de Polícia Civil (DPC). Câmara desativou o prédio sob a justificativa de melhorias, levando a delegacia para um imóvel alugado, mas nunca reformou o prédio. “Isso é uma vergonha, já não basta a insegurança em todo o estado de Pernambuco? Isso não é só em Petrolândia, mas em muitas cidades as delegacias estão assim”, desabafou um morador.

Cadê as máquinas? – Enquanto a prefeita sorri para a TV e os aposentados, comissionados e contratados estão sem receber seus salários de dezembro, uma moradora lembra que as máquinas de ultrassom e endoscopia do Centro de Especialidades Médicas Santa Ramos estão quebradas há vários meses, apesar de recente nota da operosa secretária de saúde dizer que a Saúde estava a todo vapor. Pelo jeito só tá saindo fumaça, porque exames que é bom, nada! Só para lembrar o deputado federal Zeca Cavalcanti garantiu R$ 400 mil reais para a compra de equipamento de ultrassom e endoscopia. Cadê os equipamentos que era para estar aqui prefeita?

 Acelera Arcoverde – O título bem que poderia valer e ser real para quem ouviu o fogaréu de fogos de artificio soltos durante a ordem de serviço da badalada Praça da Juventude que será construída em parte do terreno do antigo Centro de Educação Física no São Cristóvão. Parte, porque o restante tá lá abandonado do mesmo jeito. Pois bem, fazendo valer a agilidade oficial que só se nota no aumento nos valores das multas da zona azul e nos aumentos de passagens dos transportes públicos, quem for lá acompanhar a obra pode observar o trabalho de dois, dois, exatamente dois homens que estão trabalhando. No caminhar da carruagem, os tapumes de zinco vão acabar saindo mais caro que a praça.

Chiadeira rubro-negra – Vários torcedores do Sport aproveitaram as redes sociais para tecer críticas a administração do estádio municipal Áureo Bradley durante o jogo entre Flamengo de Arcoverde e Sport, ontem à noite, que terminou 0 x 0. Reclamam que foram barrados de entrar no estádio na ala do Sport porque não tinha mais vaga, embora tivessem ingressos. Foram mandados para o outro lado, aonde tinha a torcida do Flamengo e foram hostilizados e barrados pela PM. Por fim, apesar de pagos caríssimos ingressos foram obrigados a assistir o jogo do local aonde foram localizados os ambulantes com direito a um muro sob os olhos. É preciso corrigir os erros.

Boa Visão – Em Itaíba, a prefeita Regina Cunha (PTB) começou 2018 com muito trabalho e na saúde, pasta destaque do seu governo. Cerca de 200 pacientes passaram por uma triagem e consulta com o oftalmologista e com o diagnóstico de Glaucoma o paciente já saiu com o colírio totalmente gratuito para tratamento de três meses. Após esse período ele terá seu acompanhamento permanente no município com o mesmo médico. A ação do projeto Boa Visão começou em 2017, no primeiryo ano do governo Regina

 

Veja Também

Maia e ministro da Defesa discutem intervenção no Rio

                  O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *