domingo , 21 Janeiro 2018
Home / Destaque / Arcoverde: Professores da AESA completam dois meses sem salários

Arcoverde: Professores da AESA completam dois meses sem salários

Ao mesmo tempo em que anuncia a realização do 12º Baile Municipal, dia 27, no Esporte Clube, a prefeitura ainda não conseguiu anunciar e mesmo pagar os salários de novembro e dezembro dos professores da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde – AESA. Caso os proventos dos docentes não sai hoje, nesta sexta-feira, dia 5, completam-se os dois meses de atraso nos salários dos professores da autarquia.

Além dos salários dos dois últimos meses, a prefeitura ainda está devendo o terço de férias dos professores que também não tem previsão de pagamento. Pela lei, o 1/3 deve ser pago juntamente com o salário de dezembro.

Por outro lado, os professores da rede municipal de ensino também aguardam a confirmação do pagamento dos salários de dezembro, que ainda não foi pago pela prefeitura comandada pela socialista Madalena Britto (PSB). A categoria também já cobra para que em janeiro seja pago o novo Piso Nacional do Magistério que elevou o salário do professor para R$ 2.455,35. O valor representa um reajuste de 6,81% em relação ao piso de 2017 que era de R$ 2.298,80. Além de dezembro, os professores da rede municipal também aguardam receber também o terço das férias.

Além dos professores da AESA, há dois meses sem salários, dos servidores e professores do município que ainda não receberam dezembro, existem dezenas de funcionários contratados que estão sem ver seus salários há mais de dois meses.

Veja Também

Cristiane Brasil toma posse como ministra nesta segunda-feira (22)

Do Poder 360                O vice-presidente do STJ (Superior ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *